O Circuito de Exposições mapeia um conjunto de projetos individuais inéditos, apresentados em simultâneo em vários espaços de Ponta Delgada, pelos artistas Andreia Santana, Gonçalo Preto, Maria Trabulo, Rita GT, Mónica de Miranda, Miguel C. Tavares & José Alberto Gomes e Diana Vidrascu. Com curadoria de Sérgio Fazenda Rodrigues, o circuito explora a ideia de “identidade”, na sua relação com o género, história, paisagem, arquitetura, arqueologia e outros campos das ciências, para refletir a atuação do coletivo na construção do “lugar” geográfico, ao mesmo tempo social, cultural e emocional, síntese e contentor de identidades fluidas e autónomas. Resulta de residências realizadas entre 2017 e 2019 nos Açores e toma Ponta Delgada por concentração, disseminação e pontuação de espaços públicos, privados, museológicos e devolutos, fazendo emergir a criação artística contemporânea da malha urbana e plural da cidade.