29.mai.2019
Summer School Walk&Talk
A Summer School Walk&Talk está de regresso para uma 2ª edição com 5 dias de aulas e cerca de 10 artistas e curadores que irão partilhar os seus princípios e métodos de trabalho através de um programa diário de conversas e exercícios.



O que é
São 5 dias de aulas e sessões de trabalho teórico-práticas, orientadas por um conjunto de artistas e curadores que participam na 9ª Edição do Walk&Talk. É uma oportunidade de conheceres melhor o seu trabalho e descobrires novos caminhos a explorar dos teus projetos. 

Para quem
Jovens a partir dos 16 anos de idade.

Quando
Aulas e sessões de trabalho decorrem entre 8 e 12 de julho.

Onde
O ponto de encontro será no Pavilhão W&T no Largo de São João, mas todos os dias as aulas vão passar por diferentes lugares.
 
Custos?
O acesso aos 5 dias da Summer School tem um valor de inscrição de 50,00 €. Quem se voluntariar um mínimo de 16 horas no festival terá acesso gratuito à Summer School.

Pré inscrições e mais informações através do mail conhecimento@walktalkazores.org
Número limitado de inscrições. 


/
PROGRAMA

2ªFEIRA, 8 JULHO
DIANA VIDRASCU + JOHAN HARNSTEN
Pavilhão Walk&Talk
10h00 - 13h00

Esta sessão irá explorar a investigação e as técnicas por detrás do projeto Volcano e explicar como combina a experimentação documental e abstrata, filmando em 16 mm e usando o laboratório fotoquímico para efeitos visuais. A segunda parte da sessão discute o significado do tema vulcânico em filosofia e literatura, com exemplos retirados de Kant, Bachelard, Deleuze e Anne Carson, começando com a lenda de Empédocles, o filósofo que se diz ter-se atirado para a cratera do Monte Etna.

3ªFEIRA, 9 JULHO
SÉRGIO FAZENDA RODRIGUES
Pavilhão Walk&Talk
10h00 - 13h00

O trabalho a desenvolver pretende alertar os participantes para a importância da curadoria e para o papel do curador. Para tal propõe-se estabelecer uma conversa comentada, focada numa apresentação audiovisual, estruturada de forma sumária e introdutória, onde serão expostos vários tópicos de referência. Propõe- se, também, uma visita guiada à exposição patente no 4.º piso do edifício Solmar, onde será pedido aos participantes que equacionem uma outra solução para organizar a mesma exposição. Repensando a lógica curatorial, pretende-se que este pequeno exercício desenvolva um pensamento crítico em torno da disposição das obras, da sua articulação de conteúdos e da sua conexão com o espaço expositivo.

A conversa e a visita visam envolver os intervenientes num registo informal e interativo, onde se promove o debate e a troca de experiências.

ABBAS AKHAVAN
Pavilhão Walk&Talk
14h00 - 17h00

A direção da pesquisa de Abbas Akhavan foi profundamente influenciada pela especificidade dos locais onde trabalha: as arquiteturas que os abrigam, as economias que os cercam e as pessoas que os frequentam. A esfera doméstica, que ele propõe como um espaço bifurcado entre hospitalidade e hostilidade, tem sido uma área de estudo em continuidade na sua prática. Trabalhos mais recentes vagueiam entre espaços e espécies fora da casa: o jardim, o quintal e outras paisagens domesticadas. Semelhante à aprendizagem de novas etiquetas, a sua residência em São Miguel Açores será uma oportunidade para visitar vários locais, a fim de recolher material formal e conceptual que esperamos ser frutífero para a realização de um futuro projecto no Walk&Talk.

Para o programa da Summer School, Akhavan falará sobre o trabalho site-specific. O objetivo é desmembrar os métodos e estratégias que tendem a prolongar e nutrir uma maneira de pensar, permanecer, explorar e trabalhar no local. Discutiremos as dificuldades, fracassos, potenciais e relacionamentos que são formados ao fazer o trabalho no local e como essas estratégias diferem de ter uma prática em estúdio.

4ªFEIRA, 10 JULHO
ALEX FARRAR
Pavilhão Walk&Talk
10h00 - 13h00

Com o artista Alex Farrar será explorada a noção de percepção como um sentimento incorporado, como ela se relaciona com a experiência da arte (e com o fazê-la) e com a maneira consciente de como vivemos no mundo. Examinaremos de perto a superfície do corpo como um limiar contestado entre nossa vida social/ exterior e nossa vida psicológica/ interior.

Através dos resíduos do corpo vivido, a prática multidisciplinar de Farrar baseia-se nas formas que o nervosismo, a ansiedade, o stress, a alegria e o alívio (entre outros) assumem, especificamente quando expresso involuntariamente. Além de partilhar e discutir as suas próprias experiências, os participantes terão a oportunidade de contribuir para um índice de formas que o artista começou a colecionar no ano passado para uma série de "pinturas de suor noturno".

THE DECORATORS
Pavilhão Walk&Talk
15h00 - 17h00

The Decorators são um estúdio multidisciplinar que utiliza design, arquitetura de paisagem, curadoria e psicologia como ferramentas. Trabalhando sempre com pessoas e lugares, estão interessados em trabalhar no âmbito público que revela o que geralmente permanece invisível.

Expedition Empathy pelos The Decorators convidou seis artistas para desenvolver trabalhos que forneçam alternativas às leituras racionais da ilha moldadas pelas expedições do século XIX. As suas obras de arte pública convidarão o público a envolver-se com as ilhas, com os seus habitantes e as suas paisagens, fundindo-se em vez de medir, personificar, em vez de classificar, e incorporar, em vez de explicar.

Nesta sessão, convidamo-lo a tornar-se explorador na nossa expedição para nos ajudar a registar e capturar a dimensão incomensurável, intangível, volátil e ambígua dos Açores.

5ªFEIRA, 11 JULHO
ANA CRISTINA CACHOLA
Pavilhão Walk&Talk
10h00 - 13h00

6ªFEIRA, 12 JULHO
DANIEL BRACKEN
Pavilhão Walk&Talk
10h00 - 13h00

Danny Bracken é um artista e músico cujo trabalho explora a mudança tecnológica e seu impacto nas nossas percepções e experiências das pessoas e lugares que nos rodeiam. Investiga a tensão entre nosso idealismo para o futuro, a nostalgia do passado e um momento presente cada vez mais conflituoso. Essas obras geralmente incorporam vídeo, som e objetos físicos; desde instalações a esculturas de pequena escala, material impresso a lançamentos de álbuns.


/
O Programa de Conhecimento do Walk&Talk tem o apoio da Direção Regional da Juventude.